16/08/21

A encher de luz os meus lugares ausentes



16 comentários:

  1. Boa noite Fá,
    Que foto magnifica!
    Aprecio imenso as suas legendas "retiradas" de excelentes poemas musicados.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  2. luz presente...
    nunca ausente :)

    ResponderEliminar
  3. Enche mesmo, Fa. Que impressão de luz nos dá essa foto! Muito boa, amiga; boa semana.

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde,
    Por mais que a vida nos agarre assim
    Nos dê em troca do que nos roubou
    Às vezes fogo e mar, loucura e chão
    Ás vezes só a cinza do que sobrou.

    Boa escolha musical e imagem que é fantástica.
    AG

    ResponderEliminar
  5. Uma luz que ficou uma canção que me encantou e uma boa escolha para uma linda flor embelezar.

    Beijos Fá

    ResponderEliminar
  6. Excelente foto.
    Também gostei do título do post, bem poético.
    Continuação de boa semana, querida amiga Fá.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  7. Uau!!! =) Uma linda canção ilustrada da melhor forma =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Quanta beleza nessa foto Fá.
    A música é tão bonita, traz calma a alma. Eu ainda não a conhecia.
    Andei um pouco ausente , mais já tem atualização por lá.
    Desejo que o mês de setembro seja de muitas bênçãos em sua vida.
    Abraços e sorrisos!
    Um ótimo dia!

    ResponderEliminar
  9. Mais uma imagem excepcional!
    Adoro este pequeno universo, cheio de estrelas...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  10. a diversidade da naturza é inesgotável . fotografia linda
    bjs

    ResponderEliminar
  11. E dos cálices cheios de ar beberemos o rumor...
    Beijinhos, Fá!

    ResponderEliminar
  12. Muito lindo! Palavras e foto! Bjs,chica

    ResponderEliminar
  13. A luz é vida, onde têm luz, têm vida...
    Amei a foto, muito linda!...
    Beijinhos com carinho!!!

    ResponderEliminar
  14. Uma formação que enche os olhos e continua no seguimento da imaginação criativa.
    Perfeita.



    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  15. Bella imagen te mando un beso

    ResponderEliminar

"um silêncio que subjaz a quaisquer escapes motorísticos e declamatórios. Um silêncio... Este impoluível silêncio em que escrevo e em que tu me lês." (Mário Quintana)

Poderá também gostar de