12/08/21

Sou um sol em neve nua




17 comentários:

  1. Desculpa a ignorância, mas o que é isso?!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  2. Que imagem linda!.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  3. Fá,
    Uma foto magnifica!
    Não conhecia esses cogumelos com piquinhos;))!
    Adorei ver o reflexo da luz na sua brancura, tal como o sol a brilhar na neve!
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  4. És um sol radioso, portanto...
    A foto é magnífica.
    Tem um bom fim de semana, querida amiga Fá.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  5. Belos exemplares. Bem conseguido, Amiga.
    Parabéns.


    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
  6. Olá, Fá!

    Gosto mto de ver cogumelos, tanto em fotos, como na realidade.
    Concluo da tua frase, que és uma boa menina e com muita luminosidade.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. Bela foto, Fa! Mais uma, aliás. :) Boa semana.

    ResponderEliminar
  8. Os cogumelos são seres que muito me fascinam na natureza, e esses seus, tão branquinhos se assemelham a ovos de alguma águia, sei lá...são lindos!
    Beijos, Fa!

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde, a foto encanta pela beleza e qualidade, penso que são cogumelos, se são? não conheço o género.
    AG

    ResponderEliminar
  10. Sou um sol em neve nua...lindo e poético, mas que o sol seja piedoso, para que a neve não derreta.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  11. Mais uma imagem que é um puro fascínio!
    Nunca vi, esta espécie de cogumelos!
    Belíssima partilha, Fá!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  12. Olá querida amiga!
    Suas fotos são simplesmente lindas!
    Nunca tinha visto esse tipo de cogumelo.
    Achei lindos.
    Beijinho, Deus cuide sempre de ti.

    ResponderEliminar
  13. Anónimo00:50

    Simplicidade e harmonia

    ResponderEliminar
  14. As fotos estão cada vez mais bonitas e atraentes.
    E ficam muto bem complementadas com as frases poéticas

    ResponderEliminar
  15. Como sempre amiga! Arrasa na horas de fazer todo@

    ResponderEliminar

"um silêncio que subjaz a quaisquer escapes motorísticos e declamatórios. Um silêncio... Este impoluível silêncio em que escrevo e em que tu me lês." (Mário Quintana)

Poderá também gostar de